Apoio:

Crônicas e Fotos

de São Joaquim da Barra

“ CAPITÃO CHICO ” E O NOSSO MUNICIPIO. ( Entrevista com Roberto Resende Junqueira)

Francisco Marcolino Diniz Junqueira, o lendário Capitão Chico, foi o grande artífice do enorme império de terras da família  Junqueira em nossa região.     Casou-se com sua prima Maria Paula Junqueira Franco e dessa união nasceram oito filhos :

1 --- Coronel Francisco Orlando Diniz Junqueira, o filho primogênito, foi durante muitos anos, prestigioso chefe político no nordeste paulista, no município de Nuporanga.

     Ficou com a fazenda Boa Vista e nela edificou a “Estação de Estrada de Ferro Coronel Orlando” e, loteando os terrenos ao redor da Estação, preparou o caminho para o nascimento da cidade de Orlândia.             

2 e 3 --- Genoveva  Clara, casada com José Frausino Junqueira Netto e Ana Claudina casada com o Dr. José Manuel Azevedo Marques, bacharel em direito, deputado estadual, deputado federal e Ministro das Relações Exteriores, no governo de Epitácio Pessoa, ficaram respectivamente com as fazendas, Agudo e São José dos Pichioni . Os descendentes destas duas filhas do Capitão Chico tiveram pouca ligação com o nosso município.

      Ana Claudina não teve filhos.

4 --- Helena Fausta, esposa do Dr. Antônio Torquato Junqueira, Deputado Federal do Império, ficou com as fazendas Santa Helena, Santa Cecília e Tapiratuba.

5 --- Adelina, casada com Francisco Olinto Fortes Junqueira, com as fazendas Aroeira Bonita, Ingresso, Recanto, São Gabriel, Riachuelo e Floresta.

6 --- Antônio Olyntho Dinz Junqueira , com as fazendas Córrego Seco, Granvia, Milho Vermelho, Campo dos Bois, Retiro da Ponte, Santa Gertrudes, Olaria e Lagarto Verde.

7 --- Magino Diniz Junqueira, com as fazendas Peroba, Perobinha, Taboa e São Judas.

8 --- Mário Diniz Junqueira ( Marico ) com as fazendas São Luiz, Santa Laura, Santa Branca, Santa Ignácia, Santa Maria, Valinho, Marimbondo e Adisabeba.

      Em 1918 quando surgiu uma luta política sem tréguas que dividiu na época, profundamente, a família Junqueira, duas facções se formaram : os jaburus, adeptos da política do Coronel Orlando e, os gafanhotos, adeptos do Magino, do Antônio Olyntho, Marico e os Fortes Junqueira.  Com esta cisão as terras da Fazenda Taboa, Campos dos Bois, Córrego Seco, Retiro da Ponte, Milho Vermelho, São Luiz, Perobas e parte da Invernada, passaram para o nosso município, desligando-se de Orlândia e Morro Agudo.

 

1º Foto: Um gafanhoto olhando para o jornal“O Município” que defendia os seus adeptos.              

2º Foto: Gafanhoto montado num  Jaburu domando-o, tendo no ombro a bandeira PRM (Partido Republicano Municipal) Partido dissidente.                                             

                                                                                                     

  

 

 

OS 8 FILHOS DO CAPITÃO CHICO E FOTOS DA SEDE DE ALGUMAS FAZENDAS POR ELES HERDADAS

Fazenda Santa Helena, antiga Fazenda da Barra, nome do córrego que emprestou seu nome ao município de São Joaquim.  Sua construção foi  dirigida por José Frausino Junqueira Netto e levou dois anos para ficar pronta em 1896.O terraço que se vê à esquerda é de 1934,construído por Sylvio Torquato Junqueira que aí viveu até sua morte em 1948. Atualmente pertence a Sérgio Torquato Junqueira, neto do primeiro proprietário

 

Ana Claudina, esposa do Dr. José Manuel Azevedo Marques, bacharel em direito.

 

Mário Diniz Junqueira, Marico, pai do Roberto Rezende Junqueira.

 

Sede da Fazenda Aroeira Bonita (1925) após ser reformada, herdada do Capitão Chico por dona Adelina, casada com Francisco Olinto Fortes Junqueira. Na foto aparece o Dr.Carlos R. Enout e sua esposa Dona Irene,neta do Capitão Chico, com as filhas :Marisa – Elza – Vera.

 

Foto da sede da Fazenda São Luiz do Sr Marico.(1925)     

 

Outra foto da Fazenda Aroeira Bonita antes de ser reformada.

 

 

 

Retrato a óleo de Helena Fausta  Diniz Junqueira e seu esposo Dr.Antônio Torquato Junqueira.

 

Helena Fausta esposa do Dr. Antônio Torquato Junqueira .Genoveva Clara esposa de José Frausino Junqueira Netto. Adelina, esposa de Francisco Olinto  Fortes Junqueira.

 

FRANCISCO MARCOLINO DINIZ JUNQUEIRA ( C A P I T Ã O    C H I C O  )

 

Coronel Orlando Diniz Junqueira, fundador da cidade de Orlândia, foi o político mais influente em nossa região nas três primeiras décadas do século XX. Nasceu em 03/12/1858 e faleceu em 09/07/1940.

 

Magino Diniz Junqueira e sua esposa Maria Paula Junqueira Franco

 

Sede da Fazenda Riachuelo construída em torno de 1924, pelo Sr. Mário Olinto Diniz Junqueira, neto do Capitão Chico.

 

Antônio Olinto Diniz Junqueira, avô do Sr.Eduardo Diniz Junqueira.

 

 

 

 

                                   

                                                                                              


Voltar