Apoio:

Crônicas e Fotos

de São Joaquim da Barra

SANTA CASA, ANTES DO TERCEIRO MILÊNIO.

A história da Santa Casa de São Joaquim da Barra foi repleta de lutas e sacrifícios, de momentos heróicos e dignificantes, injunções políticas e problemas econômicos, quase sempre  resolvidos pela participação eficiente de seus munícipes, aliada à abnegação e pioneirismo de alguns médicos. A sua instalação aconteceu em 28/06/1940, abençoada pelo Padre Eugênio Dias , tendo como provedor Roberto Rezende Junqueira. Sua fundação ocorreu em  12/03/1944 com a participação ativa do Dr.José Ribeiro Fortes.

Em 05/005/1947 foi lançada a pedra fundamental da construção da Santa Casa  pelo bispo diocesano Dom Manoel da Silveira Delboux e com a presença do Capitão José Olyntho Fortes Junqueira, (Zezico). Em 1954 o Dr. Dante Chavaglia foi para a sua direção administrativa, quando na época existia um prédio que embora coberto, era um amontoado de telhas abrigando paredes inadequadamente erguidas e ainda desnudas.

   Em agosto de 1858 nela foi realizada a primeira operação pelo Dr Dante acompanhado pelo Dr.Máro Rossi e com a presença da Irmã Plantila.

   Membros da família Junqueira sempre deram altos donativos à Santa Casa, o primeiro foi feito pelo Sr. Mário Diniz Junqueira . O Sr José Olyntho Fortes Junqueira e sua filha  Antonieta, além de donativos em  dinheiro, doaram também prédios e casas. Outro donativo vultoso foi a doação do prédio da sede da Sociedade Italiana de Mutuo Socorro.

    O Sr. Celso Torquato Junqueira estava sempre pronto a auxiliar a Santa Casa.  

    O Sr. José Alves Pereira foi outro colaborador assíduo, a quem o Dr. Dante recorria sempre nas horas difíceis. 

   Entre dezenas, ou provavelmente centenas de pessoas que tiveram seus nomes ligados à sobrevida da Santa Casa destacar-se-ia o nome de quatro médicos: o Dr, Dante, administrador e incansável batalhador, contando com a valiosa companhia do Dr. José Miguel Sobrinho, que até hoje participa de seu corpo clínico, elevando com seu nome, o conceito da mesma. O Dr. Alcino Junqueira Meirelles que de diversas formas colaborou com a Santa Casa em momentos difíceis e decisivos e o quarto a ser lembrado seria o Dr. José Ribeiro Fortes, pelo seu pioneirismo, responsável direto pela doação do terreno para a construção do nosso hospital.    Na década de 70 a Santa Casa se modernizaria, ainda com a participação efetiva dos doutores Dante e José Miguel e, agora com a participação importante do Sr. Gabriel Cury.  Na época foi classificada como a quinta do Estado a apresentar superávit em seus balancetes, graças à sua moderna forma de administração. Em 1992, quando quase todos os hospitais do Brasil, passavam dias de crise, seu diretor Dr. Wilson José Gomes escreve um artigo no jornal “A Voz” com o titulo “ A Santa Casa está doente”  e pede o auxílio da sociedade joaquinense. Dois anos depois o provedor da Santa Casa, grande batalhador a quem a Santa Casa muito deve, o engenheiro Dr. Sydney Marteleto, no mesmo jornal diz que o reerguimento da Santa Casa estava sendo possível graças aos inúmeros donativos feitos pelos industriais e fazendeiros do município.

      “Durante os  longos anos da dedicada administração do Sr. Morum Gabriel Cury, orientado e assessorado pelo Dr. Dante Chavalia , foram erguidas edificações que aumentaram o espaço hospitalar . O sr. Celso Torquato Junqueira compareceu espontaneamente com valiosa doação que propiciou a construção da ala ambulatorial.  A antiga Cia. Açucareira Vale do Rosário sob a direção do sr. Eduardo Diniz Junqueira construiu dentro de modernas normas técnicas o prédio da U.T.I., adquirindo também os equipamentos solicitados na ocasião, isto em 1994. Recentemente em 2004, foi reequipada pelo Lyons Clube .    A criação do plano de saúde e o seu crescimento sob o competente governo dos Srs Sidney Marteleto e João Alberto Destro tem proporcionado benefícios à coletividade e estabilidade econômica para a Santa Casa . Assim dispomos hoje de uma instituição moderna e cada vez mais bem equipada. "(Trechos do discurso do dr. José Miguel Sobrinho por ocasião das comemorações na inauguração da ala "José Olyntho Fortes Junqueira” em 7 de maio de 2010).

      Muitos se atém apenas às grandes realizações dos últimos 16 anos, e não estão a par das lutas, das dificuldades e das coisas acima citadas e inúmeras outras não contadas.   

      A inauguração da ala “José Olyntho Fortes Junqueira é testemunha do trabalho de uma diretoria, de uma equipe médica , de enfermeiros e funcionários que no terceiro milênio, honram e em alguns pontos sublimam, o esforço das lutas e dedicações do passado.

     O Dr. Dante escreveu um livro contando com muitos mais detalhes a vida da nossa Santa Casa.

FOTOS

 

 

Foto de 1953 – Elementos que participaram da diretoria da Santa Casa e de sua construção:...?...- Andriani– Frata Raimundo Souza – Rubens Souza Gaspar Badinham – Dercy Guaitoll - José Rodrigues de Souza – Roberto Tazinafo – Aristifes da Cunha-  Antônio Português-Bilo Carrara e Titito.

 

 

 

      

Foto 1959- Construção da Maternidade. Na foto à esquerda Joaquim Reis, Dr. Dante Chavaglia e o prof. Vitor Teixeira Marques Vemos o Padre Mário, ao lado do Paulinho, filho do prof. Ivo Vannuchi, e do prefeito Dr. José Ribeiro Fortes. Mais à direita o Dr.Carlos de Rezende Enout.  A Santa Casa que até pouco tempo era um amontoado de telhas abrigando paredes inadequadamente construídas, agora com os esforços dos médicos : Dante Chavaglia, Alcino Junqueira Meirelles e José Miguel Sobrinho começou a ser mais atenciosamente administrada. A maternidade seria inaugurada em 01/09/1963

 

SANTA CASA  E  MATERNIDADE Foto da década de 70 Santa casa entrando na modernidade

 

 

 

Foto de 1976- Inauguração do ambulatório da Santa Casa . Na foto Roberto R Junqueira (Prefeito), de braços cruzados  Morum Gabriel Cury, que por mais de 26 anos deu sua contribuição valiosa como administrador da Santa Casa, Plínio Galvão Freire (provedor)- Dr.Dante Chavaglia - Dr. José de Ribamar Pires Ferreira e Gabriel Junqueira Reis ( Bié ). Uma ala ambulatorial construída graças à doação valiosa do Sr. Celso Torquato Junqueira. 

 

Foto 1997 A Santa Casa de Misericórdia  de São Joaquim da Barra e o Plano Santa Casa oferecem para a cidade e região uma medicina de primeiro mundo.O atendimento é totalmente especializado, desde a refeição com acompanhamento de nutricionistas a enfermagem técnica e padrão. Possui confortáveis suítes.       

 

AS TRÊS PRIMEIRAS COLUNAS MESTRAS DA NOSSA SANTA CASA

 

     

Dr.Dante Cavaglia        

 

Dr. Alcino Junqueira Meirelles           

 

Dr. José Miguel Sobrinho

 

 

APÓS TANTAS DÉCADAS DE LUTAS, SONHOS E MUITOS SACRIFÍCIOS  A  SANTA  CASA ENTRA VITORIOSA NO TERCEIRO MILÊNIO COM A      CONCLUSÃO DAS OBRAS MODERNAS DE UMA NOVA ALA  PARA ATENDIMENTOS AOS  BENEFICIÁRIOS DO PLANO SANTA CASA SAÚDE E PARTICULARES UMA REALIZAÇÃO LIDERADA PELA SUA DIRETORIA

 

                                    Dr. SIDNEI MARTELETO   -   Provedor

                                    Dr. JOÃO ALBERTO DESTRO   -   Diretor Administrativo

                                    Dr. JOSÉ ESTEVAM ALVES   -   Diretor Clínico

                                    Dr. NELSON TOLOI Jr.   -   Diretor Técnico. 

 

A  Nova Ala da Santa Casa para o Atendimento dos beneficiários do Plano Santa Casa Saúde e particulares inaugurada em 07/05/2010 à essa nova ala com muita justiça foi dado o nome de “ALA JOSÉ OLYNTHO FORTES JUNQUEIRA”

                                                                        

 

 

 

 

 

 

   


Voltar