Apoio:

Crônicas e Fotos

de São Joaquim da Barra

TIRO DE GUERRA

O senhor Mário Carvalho, sargento instrutor do Tiro de Guerra da vizinha cidade de Orlândia, passando por São Joaquim em setembro de 1936, dizia ter autorização para tratar da organização do Tiro de Guerra em nossa cidade.  Um bom número de joaquinenses, na época, deslocava-se até à cidade de Orlândia para cumprir, como reservista, a sua obrigação com o exército. Para lá iam dois dias por semana, sendo que as demais obrigações eram cumpridas em São Joaquim , sob as ordens do cabo José Tobias.

Estes jovens faziam parte do Tiro de Guerra 127. Somente em 4 de julho de1946 seria criado o T.G. 234 em nossa cidade. A sua primeira sede funcionou na esquina da Marechal com a Minas gerais, em frente ao atual Banespa- Santander.  A primeira Turma teve como instrutor efetivo, de 1947 a 1952, o Sargento Jesus Duarte casado com a exímia pianista Dulce Blois Duarte, pais da consagrada artista Regina Duarte . Em 1958 a sede passou para a rua São Paulo, onde está até hoje. Os Tiros de Guerra criados pela ação patriótica de um brasileiro, o poeta Olavo Bilac, tinham como objetivo de oferecer oportunidade de prestação de serviço militar a um número maior de brasileiros e, ao mesmo tempo, fortalecer as reservas do nosso exército.  Tinham eles a missão de preparar reservistas que, em caso de necessidade, seriam chamados a integrar a Guarda Nacional.  A missão desses homens em caso de guerra , não seria na frente de combate e sim na defesa local , principalmente das instalações de seu município.   O jovem atirador é, pois, um cidadão soldado que se prepara em defender sua Pátria, integra-se na vida social de sua cidade, promove e participa de eventos beneficentes, quando solicitado.

      Em primeiro de julho de 2006 em que o TG 02-065 completava 60 anos de serviços prestados à comunidade de São Joaquim da Barra , o Primeiro Sargento Edson Lelis da Silva lançou uma revista “ SENTINELA  DO  SAPUCAÍ ” , para deixar registrados nas suas páginas , os esforços de homens e mulheres, as últimas quase sempre anônimas, em manter acesa a chama de Patriotismo e Civismo, plantado no início do século por Olavo Bilac.  Uma revista onde aparecem os nomes de todos atiradores de 1957 até 2006, com fotos de quase todos os sargentos instrutores e inúmeras fotos de eventos realizados pelo TG 02-065.

Tiro de Guerra -234 Reservistas de 1950

 

Foto 1992- O T.G. 02-234 teve sua primeira sede na rua Marechal Deodoro e a segunda na rua Sergipe . Desde o dia 14 de setembro de 1958 veio para o prédio da foto, na rua São Paulo número 2125.

 

Foto de 1990- Reservista no “stander” de Tiro ao Alvo.

 

Foto de 1958 da inauguração da sede do Tiro de guerra na rua São Paulo. Ayrton Nunes Carvalho ( de branco ) José Miguel Mauad (Zezeta)-Militar -  Dr. Renato de Salles Abreu (Juiz de Direito)-Roberto Rezende Junqueira (de branco)- Militar - Dr José Ribeiro Fortes (Prefeito)- No alto à esquerda Antônio Tobias – Alcino Toscano – Adolfo Ferrero – Mauro Boldrin.       

 

Reservistas em torno de 1950, em frente ao sobrado da rua da Estação, construído em 1904 pelo Sr. Chico Vidal.  À sua frente funcionou a primeira sede do T.G. 234.

 

Atiradores de 1950 preparando-se para o juramento à bandeira na Praça 7, em frente à Matriz .Vê-se o prédio à esquerda em construção, onde hoje está  a casa lotérica “O Sete da Sorte”.   

 

Foto da atriz Regina Duarte de primeiro de abril de 1948, tirada nos fundos de sua casa , na Praça 7, ao lado do atual prédio do Bradesco.

 

Reservistas em torno de 1945 No alto, Simes Álvares- EM PÉ: Ovídio Pierri- Plínio Prócida-Walter Carrara- Orestes Olivato AJOELHADOS- Luiz Barbanti Filho- Álvaro Bosqueto e Adriano Lourenço

 

Primeira Turma do T.G. 02 – 234 – Na frente o diretor do Tiro de Guerra, tenente R-2 Manoel Sarrafo de Castro, Sargento Jesus Duarte e a madrinha dona Maria Amélia Junqueira esposa do prefeito Roberto R. Junqueira.          

 

Última turma do T.G.127, ano 1945, foto tirada por ocasião da Homenagem prestada ao pracinha Otávio Bolognesi. FILA-1 pai do homenadeado e o Cabo José Tobias RESERVISTAS:Edy Rodrigues-Fioravanti Delmônico-Dercy Guidolim-Abrão Jôsé Tobias (porta bandeira), Alcino Gomes, Leopoldo Barbanti, e o homenageado. FILA-2 Mílton de Paula, Laércio Deienno, Itiel Parada, Osmar Prócida, ..?.., João Gomês, José J. Haddad,Dercy Guaitoli, ...?...,...?..., ...?...,  Última FILA- Sebastião Cursi Garcia, ...?.., João Lopes Reis, Fernando Gambi,...?...,...?... , Oacy Pinhal.  

 

 

Primeira turma de reservistas do T.G.127, do ano de 1936 – Foto tirada na escada da Estação da Mogiana em Orlândia – Sozinho no alto Abílio Mendes de Oliveira – FILA-1-  Nego Leandro- Walter Puga-Nassime Mauad Júlio Leonelo – José Cavalini e Carlos Rágio – FILA – 2 – Laércio Ferreira José Abrão – Valdivino Quirino de Carvalho...?... Adolfo Rossini (Briguela ) – Joaquim Neto e Arnaldo Mendes de Oliveira-FILA -3 -Francisco Mauad Miro Nicolau- Azis Salomão- Izéquias Parada-Eli Machado-Antônio Zelesnikar. SENTADOS : sargento Mário Carvalho e cabo José Tobias.     

 

                                                                                                                         

                                                                               

 

              

                                                       

 

 

 

                  


Voltar