Apoio:

Crônicas e Fotos

de São Joaquim da Barra

RUA DA ESTAÇÃO

As primeiras casas do povoado de São Joaquim surgiram na rua da Estação, iniciando com a venda e casa de morada do Sr. Damásio e terminando lá no fundo, onde  ficava o prédio que até hoje existe, da saudosa Estação da Companhia Mogiana de Estrada de Ferro, inaugurado em março de 1902.

.            Outras surgiram, logo depois, em torno do largo onde foi, em 1901, erigida a capelinha do arraial. 

             Se estivéssemos no largo da Estação, lá pelos idos de 1910, e olhássemos para tal rua, depararíamos com uma “porteira preta”.  O terreno  em volta da Estação da Mogiana era todo cercado, para evitar que animais invadissem as imediações da estação e dos trilhos.

 .             Os viajantes que chegavam à cidade ou os que precisavam embarcar, tinham que passar pela tal “porteira preta”.

               Nessa época havia uma casa de comercio pertencente ao Sr. Antônio Curto Domingos, com o nome de “Casa da Porteira Preta”, situada onde hoje está o “ Terraço Restaurante “

               À direita aparecia o primeiro hotel da vila, o “ Hotel Machado”, um pouco mais para o fundo, na esquina, o prédio da “Pharmacia Julio” e em seguida o “Hotel Raymundo”.

               Neste ano de 2010, já não existem mais estes dois hotéis. No lugar do Hotel Machado está o estacionamento do restaurante “Vila Rica” e substituindo o Hotel Raymundo, está o “Grande Hotel São Jorge” construído na década de 50 pelo Sr. Barba Chaul.

               A “Pharmacia Julio” pertencia ao farmacêutico Julio Cezar dos Reis Medeiros, que foi o nosso primeiro prefeito.   

               Caminhando mais uns 100 metros chegar-se-ia  à casa  e venda do Sr.Chico Vidal (1898) , bem como ao famoso sobrado por ele construído em 1904, onde hoje está o belo prédio do Banespa  Santander. Na outra esquina a casa e venda do Sr. José Marcelino da Silva, onde hoje está a Rádio São Joaquim.  Caminhando mais uns 100 metros estaríamos  na casa e venda do Sr.Manoel Damásio Ribeiro.

FOTOS DA RUA DA ESTAÇÃO (ATUALMENTE MARECHAL DEODORO)

            

O solar dos Vilarinhos foi demolido e o sr. Francisco Mauad ,  construiu o prédio da foto.Atualmente ali estão instaladas: "Uai Delicias de Minas" e a "Pastequita". 

 

Foto de 1949-Prédio dos 3 andares sendo construído

 

 

Clube Recreativo de São Joaquim, fundado em 1935 ( Inaugurado em 09 de dezembro de 1935)

 

Foto da década de 20 – Este prédio é o “Solar dos Vilarinhos” Ficava na esquina ao lado da Casa Damásio

 

Foto de 1909- Pharmácia Júlio do farmacêutico Júlio César dos Reis Medeiros, o primeiro prefeito da cidade eleito em 1918. Ele aparece na porta ao lado de sua esposa a professora Ruth Guarany de Almeida. Farmácia localizada na esquina em frente do atual “Restaurante Vila Rica”

 

Foto de 31/10/1948- Uma foto tirada quando uma caravana de palmeiristas chegava na pensão do Pedersoli, com os craques da S.E.Palmeiras. Nos dá uma bela visão da rua da estação, lá no fundo vê-se a “Casa Damásio” e o “ Solar dos Vilarinhos”

 

Foto de 1995 – Uma foto procurando alcançar o mesmo ângulo da que aparece logo a seguir, nela ainda aparecia o velho e desativado “Hotel Machado” . Hoje, no ano 2010, tudo está mudado, o progresso e a modernidade vagarosamente vão apagando as lembranças do passado.

 

Foto de 1912- A mais antiga foto da rua da Estação. À direita o prédio do tradicional Hotel Machado, que com o Hotel Raymundo, que aparece no fundo, na esquina à esquerda. O Hotel Machado só foi  demolido depois do ano 2000, para dar lugar ao estacionamento do Restaurante Vila Rica do Sr.José Nader O Hotel Raymundo foi demolido antes,na década de 50.  No seu lugar está hoje o Grande Hotel São Jorge, construído pelo sr. Barba Chaul, gerenciado pela dona Angélica.

 

Casa do Sr. Manoel da Silva que seria demolida  em 1948 para a construção do prédio de “ três andares”


Voltar